Kitty's Place

sexta-feira, setembro 16, 2005

Pequenos pormenores...

... que moldam a opinião pública, mas que, provavelmente ninguém repara neles conscientemente...

Ontem não tive oportunidade de ver muitas notícias, mas quando fazia zapping vi um pouco da RTP1. Curiosamente (ou não) o que era apresentado era a polémica relativa ao referendo do aborto (mais uma vez não têm coragem de assumir que não querem que vá para a frente, daí recorrem ao artifício do referendo...). Contudo não ouvi uma única palavra, reparei apenas na imagem com que ilustravam a notícia: uma grávida (bastante grávida)!

Provavelmente os outros canais fazem o mesmo, mas não deixa de ser uma forma de manipulação. O aborto não se faz nesta altura, nem sequer é isso que vai (ou não) ser referendado. Faz-se numa altura em que os únicos que sofrem com isso são os pais - partindo do pressuposto que o homem também está envolvido - mais ninguém sabe do sucedido. Tudo, à sua volta, continua e ninguém quer saber...

De facto, numa sociedade tão insensível como a que nós cada vez mais temos, espanta-me que se insurjam tanto pela "moral", pela vida... A insegurança aumenta, a solidão também. Se necessitarem de ajuda inesperadamente estão certos que a irão obter? Felizmente em muitas zonas do País sim, mas nesta onde vivo - Lisboa - cada vez mais se vive isolado na multidão...

Poderia continuar por longas linhas mas não valerá a pena. A minha opinião continuará a mesma. Resume-se tudo a uma questão de egoísmo da parte daqueles que dizem não apenas por acharem que quando lhes acontecer podem recorrer a bons serviços de saúde; de imbelicilidade por acharem que quem recorre a este tipo de medida desesperada o faz como método contraceptivo. Talvez eles o façam...

Recordo-me que a minha prima, como trabalho final do curso, teve que fazer um trabalho sobre a questão do aborto, já há muito tempo. Desde que lhe vi lá em casa um livro com um título "Mamã, porque me mataste?" fiquei deveras enojada com os argumentos usados pelos partidários do não. De referir que esta obra era publicação da Igreja Católica...

4 Comentários:

Blogger virtual_moon said... (7:43 da tarde)

Hello Kitty! (Gostaste??)

Ora aqui estão um assunto que me irrita profundamente!
Não percebo os senhores que governam este país... nunca mais evoluímos ....

Não vou dizer que sou a favor ou contra o aborto, sou contra as pessoas não terem a opção de decidir de livre vontade.

Não acredito que as pessoas façam um aborto porque num determinado dia acordaram, olharam para a janela e pensaram "Olha que belo dia! E se eu fosse fazer um aborto?!!".
As pessoas têm que ter consciência e responsáveis pelos actos que tomam ... não concordo que os uns condicionem à partida as decisões de outros, sobretudo num assunto como este.

 
Anonymous nuvemLiLas said... (10:02 da tarde)

Essa pergunta de ser ou não ser a favor ou contra já é um meio de deixar as pessoas confusas.

E concordo totalmente com a Virtual Moon, ninguém olha pro céu e diz: "hoje é um belo dia para um aborto".

E porque acusarem quem faz?
Métodos anticoncepcionais? 99% de eficácia. Como será a vida da "sortuda" que "caiu" no restante desta porcentagem?

Vida? De quem? Mas claro, nasceu...
Quantas crianças "crescem" sozinhas? Quantas fogem de "casa" e porque?
Mas está "tudo bem", estão vivas. Mesmo que sejam assassinadas ou estupradas um dia qualquer - quando vivíssimas - pelas ruas...não faz mal..."aquele/a" "pobrezinho/a" nasceu.
Acho o ser-humano muito hipócrita!

 
Blogger M said... (6:54 da tarde)

A única reserva que tenho é ... qual o papel do Pai nesta questão?

Porque somos eternamente ignorados nesta questão? Existem “homens” para quem este assunto é coisa delas, mas para mim um filho é parte de mim.

Posso ter opinião??

 
Blogger RossiSpyder said... (11:56 da tarde)

Há dias morreu à minha porta uma criança de 4 anos...Afogada. caiu ao rio enquanto brincava. A mãe? trabalhava. Para quem é contra o aborto, este foi um final feliz. Afinal, sempre viveu 4 anos, sem que a familia lhe pudesse garantir algo de bom no futuro.Passava os dias sozinho com um irmão de 11. E tinha 4 anos... Assim é melhor? Os senhores anti-aborto (moralistas que vão a Espanha com as esposas ou com as mães - jé nem falo nas amantes - fazer o servicinho limpo) que durmam de consciência tranquila....

 

Enviar um comentário

Links:

Criar uma hiperligação

<< Kitty's Place