Kitty's Place

sábado, dezembro 25, 2004

Eco Natal

E agora, na ressaca da troca de prendas, pelas quais tanto “batalharam”, o que sobeja? O lixo. Mas será que se trata apenas disso?
Provavelmente uma inspecção mais cuidada mostra que a maioria do suposto lixo, gerado nesta época, pode ter um destino que não o caixote habitual – ele é RECICLÁVEL.

O papel de embrulho e as embalagens das prendas devem ser separadas segundo o seu tipo – papel/cartão ou plástico/metal – e colocadas no ecoponto respectivo.
Se sobrarem laços intactos ou mesmo papel de embrulho, porque não guardá-los para uma próxima vez? Não se trata de ser forreta mas sim de reaproveitar aquilo que ainda é perfeitamente válido – os recursos não são inesgotáveis.

Não existe ecoponto perto de casa? (continuo sem perceber como que é que é possível construírem-se urbanizações sem que estas tenham ecopontos ou, pior, concelhos que ainda não instituíram a reciclagem...)
Há sempre uma solução. Pode-se sempre arrumar tudo no automóvel e fazer-se um passeio a um ecoponto. (Se tantos de nós passeiam em centros comerciais, de certo que poderão fazer o esforço de, pelo caminho, colocar o material reciclável no sítio adequado).

Não vale a pena dizerem que sou ridícula ao sugerir tal coisa, pois devo ter um ecoponto perto de casa – e até tenho – e, portanto, não me custa nada. A verdade é que duvido que muitos se proponham a juntar, no trabalho, sacos com as garrafas de água e papéis, ao mesmo tempo que chateiam os colegas para não deitarem o material reciclável no lixo, e, no fim, trazerem tudo no carro, para reciclar – é isso que faço.

No que respeita a reciclagem vamos sempre atrasados - é algo que todos deveriam ter começado há muito.
Há sempre incertezas que subsistem e neste caso o objecto de dúvida deverá ser colocado no lixo comum, porque pior do que não reciclar, é chegar a um ecoponto e atirar todo o tipo de lixo para o mesmo recipiente, como já vi.

De qualquer forma, nesta altura o que sobressai deve ser facilmente classificável. Qualquer dúvida há sempre o Ponto Verde.

2 Comentários:

Blogger Nanita said... (7:19 da tarde)

Cá em casa todos reciclamos quase que religiosamente!

 
Blogger Kitty said... (11:22 da manhã)

Exacto, é disso que se trata: uma verdadeira religião - e esta tem sentido! :)

 

Enviar um comentário

Links:

Criar uma hiperligação

<< Kitty's Place